sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

Cresce a demanda por veículos verdes



Os veículos “verdes” estão ganhando cada vez mais participação no mercado, especialmente nos Estados Unidos, onde em 2017 representarão mais de 5% das vendas. Já no mercado global será em torno de 3,1%, é o que diz o estudo da Pike Research, empresa especializada em pesquisa de tecnologia limpa.

No geral, o maior crescimento dos carros elétricos deverá ocorrer na região Ásia-Pacífico, seguido pela Europa e América do Norte. Até o final de 2011 foram 26 modelos de VE (veículos elétricos) disponíveis na Ásia-Pacífico, 23 na Europa e 10 na América do Norte.

 No entanto, uma forte demanda por veículos híbridos elétricos (VHE) na América do Norte levará à disponibilidade de 40 modelos até o final de 2012, versus 14 modelos VHE na Ásia-Pacífico.


Atualmente, nos Estados Unidos, o mercado de veículos “verdes” é liderado por dois modelos: o Chevrolet Volt e o Nissan Leaf. Entretanto, a Pike Research prevê que a Ford deverá investir mais no segmento e sacudirá o mercado. Para a Pike, a Ford provavelmente assumirá a liderança do mercado em 2017 com uma participação de 23,6% no Mercado de veículos “verdes” nos Estados Unidos.

O Segundo lugar, deverá ser disputado pela Toyota e General Motors. As pesquisas da Pike Research não são muito otimistas com relação a Tesla, cujo preço é considerado alto e um limitador do sucesso de vendas da marca.

Modelos de carros elétricos serão priorizados


Montadoras de todas as partes investem em pesquisa para o desenvolvimento de carros elétricos e híbridos. Chevy Volt, Coda, Think, Fisker Karma são exemplos de veículos “verdes” que estão recebendo investimentos em aprimoramentos para serem apresentados antecipadamente aos consumidores.

Nos Estados Unidos, por exemplo, os preços dos VEs variam entre $32.780 (Nissan Leaf) e $87.400 (Fisker Karma plug-in hybrid). Mas o preço de compra pode ser reduzido com incentivos do governo federal ($7.500) e estadual ($5.000 na Califórnia). Os moradores do Tennessee, onde o Leaf será montado, contam com incentivo complementar de $2.500 para os primeiros 1.000 carros comercializados.

Vários estados norte-americanos oferecem subsídios aos compradores. Existe também um crédito fiscal federal de $2.000,00 para a instalação de um carregador residencial de baterias. Este montante representa 50% do custo do equipamento, cujo incentivo durará até 31 de dezembro de 2011 e deverá ser renovado por mais um período.

Fonte: The Electric Car Report e The Daily Green - http://carsale.uol.com.br/Novosite/revista/noticias/materia.asp?idnoticia=8561

Um comentário:

  1. Os investimentos em veículos verdes está caminhando a passos bem lentos. No Brasil então, nem se ouve falar sobre o assunto. Ainda bem que em alguns países este investimento já está crescendo.

    Parabéns pelo texto!

    ResponderExcluir