quinta-feira, 5 de abril de 2012

XINGU - O FILME

O Autossustentável foi convidado para a pré-estreia de XINGU na noite desta última segunda-feira, comparecemos ao evento, representados pelo nosso idealizador.

“O enredo do filme é emocionante, capturando a atenção do espectador do início ao fim através de uma produção bem cuidada, desde a fotografia até o roteiro. XINGU além de contar muito bem a história do nosso Brasil, retrata temas que possuem total conexão com o que se discute atualmente em termo de sustentabilidade. Recomendo!” Leonardo Borges, idealizador do Autossustentável.


A saga se inicia em 1940 quando três jovens irmãos: Orlando (Felipe Camargo), Cláudio (João Miguel) e Leonardo (Caio Blat), os irmãos Villas-Bôas, decidem viver uma aventura sem precedentes. Eles se alistam na Expedição Roncador-Xingu e partem em uma missão desbravadora pelo Brasil Central.

XINGU mostra a travessia do Rio das Mortes e como os irmãos Villas-Bôas logo se tornam chefes da empreitada, envolvendo-se na defesa dos povos indígenas e de suas culturas. O filme também retrata a idealização da maior reserva indígena do mundo naquela época: o Parque Indígena do Xingu (do tamanho de um país como a Bélgica), que comemorou 50 anos de existência no ano passado. Tudo isso foi registrado em um diário batizado de “A Marcha para o Oeste”.

Os 40 anos de atuação dos irmãos Villas-Bôas no Xingu são resumidos em 104 minutos de projeção, revelando-os como heróis brasileiros e traçando diálogo com problemas crônicos encontrados no processo de formação brasileiro.

Por causa do trabalho de proteção dos índios, iniciado com o encargo de contato com os índios, os Villas-Bôas chegaram a ser indicados ao Prêmio Nobel da Paz em 1971.

XINGU estreia em cadeia nacional nesta próxima sexta-feira, dia 06 de abril.

“Morrer se preciso for, matar nunca”
(Marechal Rondon)

Quer saber mais?


0 comentários:

Postar um comentário