sábado, 19 de janeiro de 2013

Ajudar faz bem!


A convite da Cruz Vermelha Brasileira RJ e numa parceria inédita entre essa instituição e a Rede Autossustentável, estive na última quinta-feira, dia 10 de janeiro, auxiliando na distribuição de água e kits de higiene para os moradores do distrito de Xerém, em Duque de Caxias, município do Rio de Janeiro fortemente atingido pelas chuvas neste começo de 2013.

É aflitivo e desolador estar num lugar como esse, e olhar ao seu redor e só vermos tristeza. Ao chegarmos lá, o meu primeiro pensamento, e acredito que o de muitos que lá estavam também foi: "Como estas pessoas estão sofrendo! Deve ser um sentimento horrível o que elas estão sentindo.”


Crianças, idosos, gestantes, famílias inteiras desamparadas, sem um teto, abrigados na casa de parentes ou amigos, sem o mínimo de conforto. Sem água potável, refeições decentes, sem seus pertences e tudo aquilo que construíram ao longo de uma vida.


Ao entrarmos na parte mais atingida, à beira do rio e ainda sob uma constante chuva, pensei no que poderia ajudar. Talvez nada do que poderíamos fazer ali pra ajudar estas famílias seria suficiente.

  
Foi então, ao começarmos a distribuir os fardos de água e os kits de higiene para as famílias que ali permaneciam, que recebi em troca diversos olhares e sorrisos de esperança e por vezes palavras de gratidão. Como se o que eu estava fazendo fosse algo grandioso e que desta forma eu estava ali, ajudando a reconstruírem um pouco de suas vidas.


O que para mim era muito pouco, apenas algumas poucas garrafas de água e produtos de limpeza, para os que necessitam era tudo. Tudo aquilo que naquele momento precisavam para conseguirem seguir em frente.

Andei entre escombros, muita lama e rios de água que ainda desciam morro abaixo. Se por um lado via muita tristeza e dor por conta desse sentimento de perda e de impotência perante a tudo o que estava acontecendo, por outro lado, via famílias tentando se reerguer, com um sentimento de reconstrução e solidariedade. Fiz o que pude e o que estava ao meu alcance para ajudar. Ao final, fui recompensado com o melhor e maior de todos os presentes...  a gratidão!

Um aprendizado e tanto. Feliz e bastante grato pelo dia, que certamente ficará guardado para sempre em minha memória. Ajudar é bom demais!


E se antes já não tinha dúvidas sobre essa minha característica altruísta de ser, essa experiência não só confirmou isso, como aumentou essa certeza no meu coração.

Agradeço ao senhor Luiz Alberto Lemos Sampaio, então presidente da Cruz Vermelha Brasileira RJ, e a senhorita Jennifer Fernandes, Gestora de Voluntariado, pelo convite e parabenizo toda equipe da Cruz Vermelha Brasileira RJ e seus voluntários envolvidos nessa missão!

Aproveito para agradecer também, por essa sólida parceria firmada. A Rede Autossustentável, na presença da Cruz Vermelha, sempre se fará presente em ações que venham a somar em prol dos mais vulneráveis.

Clique aqui para ler mais sobre artigos de Leonardo Borges