quinta-feira, 17 de abril de 2014

A Relação entre a Vida Moderna e o Aumento da Incidência de Câncer

O embate é travado todos os dias, em todos os lugares, afetando todas as pessoas. Na TV, a grotescamente deslumbrante propaganda de margarina de sempre. No supermercado, uma senhora compra o pacote de fubá que comprou a vida toda, sem notar um novo detalhe no rótulo. No outdoor, uma modelo demasiadamente magra tratada com photoshop invade a cabeça das nossas mulheres pra dizer o quão ruins elas são por não contarem as calorias que ingerem diariamente.

Autossustentável: Saúde x Corpo

Nas redes sociais, alguém atacou o McDonald’s e acusa a Ambev de colocar milho transgênico na sua cervejinha e é rebatido por outro alguém, que diz que está não se importa com essas frescuras e que é melhor relevar, já que ‘tudo’ dá cancer.

É nessa hora que me bate o desespero. Como assim, tudo dá câncer? A desinformação é normalmente mais nociva que a falta de informação, mas quando se trata da epidemia de câncer que assola o planeta nesses tempos, as duas formas de ignorância se alimentam de uma maneira perigosa. O desdobramento lógico da noção de que tudo dá câncer é que não devemos nos preocupar com o hábito de vida, afinal de contas qualquer coisa escolhermos vai nos trazer câncer.

Todas as pessoas vivem com a noção de que irão morrer um dia e que a vida deve ser aproveitada ao máximo, o que, convenhamos, é bastante coerente. Neste sentido, ninguém tem a pretensão de viver pra sempre e já tem a ideia da sua morte razoavelmente assimilada. Aprendemos também que não importa o quão bem nós vivamos, vamos acabar com um câncer, um ataque cardíaco ou um AVC. Só nos resta saber quando.

Autossustentável: Pirâmide Saúde

Acontece que o quando é o ponto fundamental desta discussão. É possível que seja inevitável, nos dias de hoje, ter uma vida regrada e livre de substâncias indutoras de câncer, como: tabaco, álcool, produtos industrializados, poluentes ambientais e afins. Entretanto, há uma clara relação entre produtos de consumo e hábitos de vida que aumentam as chances e antecipam o desenvolvimento de tumores.

Autossustentável: Hábitos saudáveis na velhice

Isso não é nenhuma novidade. Não é à toa que uma britânica branca tem 18% mais chances de desenvolver um câncer que uma britânica de descendência asiática e 15% mais chances que uma britânica negra [1]. Não é à toa que aparentemente vegetarianos têm menor predisposição a tumores que pessoas que ingerem carne [2]. Não é à toa que temos mais um milhão de exemplos. A novidade está na absurda naturalidade com que as pessoas passaram a encarar a avassaladora e pandêmica difusão do câncer nas sociedades mais americanizadas, que cultuam o fast food, a comida industrializada, as drogas lícitas, a industrialização da agricultura, as propagandas, o aparelhamento dos órgãos de controle (FDA, ANVISA e equivalentes), o monopólio do setor alimentício por meia dúzia de companhias...

Autossustentável: 10 piores alimentos para a saúde

Não se deixe enganar. Existe muita gente, em muitos lugares, ganhando dinheiro ao colocar porcarias na sua comida, ao fabricar doenças e propor tratamentos longos e caros para o que eles induziram em você e ao desenvolver novos métodos de te empurrar o que não deveria nem ser considerado comida [3]. Qualquer detalhezinho que aumente a margem de lucro. O segredo para evitar essas armadilhas é estar sempre bem informado e ajudar na difusão destas informações.

Por isso, da próxima vez que estiver passando uma propaganda de margarina na tv, lembre-se de pesquisar se realmente comer aquele plástico de gordura hidrogenada vai fazer sua família, seus filhos e seu golden retriever se tornarem felizes e ensolarados (aliás, experimente deixar margarina caída no cantinho da mesa e observe a pobrezinha ser ignorada pelas formigas e pelas baratas, que entendem de comida de verdade). Também lembre-se de ir com a sua avó ao supermercado de vez em quando, e mostrar pra ela que agora os derivados de milho (quase tudo que existe na Terra!) vêm com um T de transgênico no canto - ou pelo menos deveriam, embora nas cervejas isso seja solenemente ignorado -, para o qual praticamente não existem estudos sobre a segurança de sua ingestão. Aliás, estes poucos estudos indicam uma forte relação entre o consumo de transgênicos e o desenvolvimento de tumores [4], além dos já conhecidos desastres ambientais e sociais às quais essas culturas estão associadas [5]. E também não esqueça de gritar paras demasiadamente magras dos outdoores que muito mais importante do que contar calorias é contar os metabissulfitos, os glutamatos, o bisfenol-A, o aspartame, os conservantes, os agrotóxicos... Embora esses nomes sejam complicados, é extremamente fácil e é uma obrigação pessoal descobrir o que se deve evitar e rapidamente achar uma lista dos alimentos que os contém na internet. Difícil mesmo é recuperar a saúde depois que ela foi trocada por ‘menos calorias’.

Autossustentável: Símbolo Transgênicos

Pedindo perdão antecipadamente ao espetacular George Orwell pela paráfrase de ‘a revolução dos bichos’, tente sempre se lembrar desta velha máxima: tudo que você faz dá câncer, mas algumas coisas dão mais câncer do que outras.

__________________________________

Referências:
[1] http://saude.terra.com.br/doencas-e-tratamentos/mulheres-brancas-tem-mais-chances-de-ter-cancer-de-mama-diz-pesquisa,f55f39cf6d273410VgnVCM4000009bcceb0aRCRD.html
[2] http://www.aboaterra.com.br/artigo.php?id=112&Vegetarianos+t%EAm+menos+chance+de+desenvolver+c%E2ncer
[3] http://jornalciencia.com/saude/mente/3756-homem-diz-que-guardou-sanduiche-do-mcdonalds-em-perfeito-estado-por-mais-de-14-anos-em-seu-casaco
[4] http://revistagalileu.globo.com/Revista/Common/0,,EMI322531-18537,00-MILHO+TRANSGENICO+CAUSA+CANCER+EM+RATOS+E+REACENDE+DEBATE.html
[5] http://youtu.be/gE_yIfkR88M


Clique aqui para ler outros artigos de André Aroeira


2 comentários:

  1. adorei! exatamente isso! Sempre ouço as pessoas falarem "até o ar que respiramos dá câncer, não tem como fugir" mas procurar se alimentar melhor, ninguém quer né? alimentação saudável = qualidade de vida e de bem estar, disposição no dia a dia, entre tantos outros benefícios. Mas, obviamente, não é do interesse dos grandes empresários que muitos passem a aderir tal comportamento consciente... fizeram dos tratamentos de câncer (caros e muitas vezes, ineficientes), uma indústria que, não duvido nada, seja cúmplice das grandes empresas que fabricam esses produtos que só nos fazem mal.

    ResponderExcluir