terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

Negócios Sociais: Promovendo a Inclusão, o Desenvolvimento Social e Econômico

Você sabe o que são negócios de impacto social na base da pirâmide? É um tema recente no Brasil, e por vezes confundido com programas sociais ou responsabilidade social empresarial. Minha opinião? É uma nova economia com imensa oportunidade a ser explorada e desenvolvida no Brasil, onde mais da metade de sua população é formada pelas classes C, D e E.

Autossustentável: Negócios Sociais
Imagem: SEBRAE

Se você não sabe o que é um negócio de impacto social ou nunca ouviu falar, não desanime! Talvez não seja sua área de atuação, ou não teve oportunidade para compreender. Talvez você até tenha um e nem saiba! Ou apenas não conhecia o conceito.

Autossustentável: Negócios Sociais
Imagem: Amazon Web Services

Os negócios de impacto social na base da pirâmide são empresas e/ou empreendedores nascidos por uma necessidade de uma determinada comunidade, e os lucros são reinvestidos no próprio negocio a fim de maximizar seus impactos e que se torne autossustentável. Ou seja, conseguem unir a eficiência dos negócios tradicionais com a consciência da filantropia, como bem definido pelo ícone Muhammad Yunus.

Autossustentável: Muhammad Yunus
O Nobel da Paz Muhammad Yunus. ImagemPinterest

Recentemente conheci uma iniciativa muito interessante de inclusão financeira em Paraisópolis, segunda maior favela de São Paulo. Foi criado um cartão de crédito para moradores utilizarem no comércio local, sem a necessidade de ter uma conta em banco. Além de desenvolver os negócios existentes dentro da comunidade, os usuários do cartão recebem cursos de educação financeira e um percentual do valor utilizado em compras é revertido aos projetos sociais locais.

Autossustentável: Cartão Paraisópolis
Cartão de Crédito Nova Paraisópolis. ImagemMais Fácil

Outra iniciativa incrível é o Embarcar, um aplicativo criado por ribeirinhos na Amazônia, que oferece informações sobre o transporte hidroviário. Para muitas comunidades na região essa é a única opção de transporte, daí a importância desse aplicativo. O acesso à informação de horários e valores evita o deslocamento até os portos em busca de embarcações que realizem o trajeto necessário.

Autossustentável: Aplicativo Embarcar
Idealizadores do aplicativo Embarcar: Taissir Wilkerson Carvalho e Maickson Boim. Imagem:  Karla Lima/G1

Nesse mesmo barco, outra proposta vai de encontro com as necessidades da região. Uma plataforma que amplifica o sinal de celular e internet em embarcações e locais remotos nas regiões da Amazônia, chamada Neger.

Autossustentável: Aplicativo Embarcar
Imagem Neger Telecom

Existem diversos exemplos e modelos de negócios sociais de impacto, com enorme potencial de transformar vidas e atender necessidades específicas como, a dificuldade de acesso aos serviços públicos e privados, o uso de tecnologia, a falta de novas soluções de mobilidade, e a precária situação das casas residenciais. Acontece que muitos desses projetos morrem antes de se tornarem rentáveis de fato.

Autossustentável: Negócios Sociais
Imagem: MGov Cidadania Fácil
  
Outro fator importante é que grande parte dessas startups nunca foi incubada ou acelerada, e nunca tiveram oportunidade de formação sobre negócios com impacto, inovação social e finanças sustentáveis. No Brasil existem excelentes empresas que oferecem recursos (financeiro e intelectual) para esses negócios. Artemisia e Endeavor são exemplos desse movimento.

O grande desafio é entender as reais necessidades das populações da base da pirâmide e criar as oportunidades para este mercado, desenvolvendo novos produtos e serviços que atendem a este propósito ao invés de simplesmente incentivar o consumismo.

Autossustentável: Social Business
Fonte: Julian Stodd

Acredito que essa nova forma de fazer negócio fará nosso país muito mais justo e sustentável. E você, vai embarcar nessa também? Não fique de fora, ajude a construir um país melhor!

Com informações de: Mais Fácil, Neger

Clique aqui para ler mais artigos de Aline Lazzarotto


0 comentários:

Postar um comentário