segunda-feira, 21 de agosto de 2017

Trilha Transcarioca: Com 180km, maior trilha urbana do país atravessa o Rio pelas montanhas

Imagem: EcoDebate

O Rio de Janeiro oferece cartões-postais únicos, paisagens naturais incríveis e diversas trilhas para quem ama aventuras e o contato com a natureza. Uma das mais recentes trilhas liberadas para o público é a Trilha Transcarioca.

Considerada a maior de longo curso no Brasil, a Transcarioca é uma trilha urbana de 180 km de extensão, entre a Barra de Guaratiba e o Morro da Urca, aos pés do Pão de Açúcar.


Idealizada em 1990, a Trilha Transcarioca ficou engavetada por muitos anos. Saiu do papel graças aos esforços de mais de mil voluntários, além da parceria entre governos, gestores dos parques e diversas instituições que abraçaram a causa.

Imagem: WikiParques

Com percurso de 180 quilômetros, a Trilha Transcarioca passa pelos principais atrativos naturais, históricos e culturais de seis unidades de conservação (UCs) de proteção integral presentes no seu traçado. Saindo do Parque Natural Municipal de Grumari e passando pelo Parque Estadual da Pedra Branca, o Parque Nacional da Tijuca, o Parque Natural Municipal da Catacumba, o Parque Natural Municipal da Paisagem Carioca e chegando ao Monumento Natural Municipal dos Morros do Pão de Açúcar e da Urca.


A Transcarioca também interliga a Área de Proteção Ambiental do Morro da Saudade, permitindo o acesso a áreas protegidas como o Sítio Burle Max, o Parque Estadual da Chacrinha, o Parque Natural Municipal da Cidade, o Museu do Açude e o Jardim Botânico do Rio de Janeiro.
    

A Trilha foi dividida em 25 trechos para facilitar os passeios e a localização e, por isso, pode ser percorrida na sua integralidade (12 dias) ou em seções, de acordo com o interesse, a aptidão e a disponibilidade de tempo de seus usuários.

Sua sinalização foi toda padronizada, com pegadas pintadas de preto e amarelo em árvores e pedras nos dois sentidos do percurso.

Imagem: Vilmar Costa

Durante o seu trajeto, o visitante tem a oportunidade de apreciar atrativos naturais pouco conhecidos da cidade e descortinar o Rio de Janeiro de ângulos inusitados.

A Trilha servirá também de modelo de conservação e recuperação dos corredores verdes unindo as principais áreas de Mata Atlântica da cidade, servindo também como uma ferramenta viva de educação ambiental em áreas de restinga, manguezal, praia, costão rochoso, floresta de baixada e floresta montana.

Imagem: Globo Esporte

Aos aventureiros, é importante saber também as regras de condutas dos parques pelos quais passa a Transcarioca. São proibidas fogueiras e a alimentação de animais silvestres. Os parques também orientam os visitantes a levarem seus próprios sacos plásticos para coletarem seu lixo, uma vez que jogar lixo na trilha nem pensar.

Imagem: O Globo

Quer se aventurar pelas trilhas? Não esqueça de visitar o site da Trilha Transcarioca – www.trilhatranscarioca.com.br. Lá você pode encontrar dicas e orientações sobre o que levar, os cuidados que se deve tomar, fotos, mapas para download e tracklogs (arquivos com marcações de GPS que podem mostrar o caminho de um ponto até outro em uma trilha) no Google Maps.

Com informações de: WikiParques e Trilha Transcarioca


Clique aqui para ler mais artigos de Leonardo Borges

0 comentários:

Postar um comentário